Curso de Design, Lição 2 – Encontre seu estilo

No inicio da carreira, últimos meses de faculdade ou primeiros anos em uma empresa, e normal que você tente vários caminhos e se deixe levar por aquelas peças que mais te impressionam. Experimentar diferentes técnicas é importante e faz parte do processo de aprendizado e de criação.

Porém, com o tempo, é preciso encontrar a sua especialidade ou um estilo próprio. O seu estilo é aquele em que você se sente mais à vontade e no qual seu trabalho flui com maior naturalidade. Nem sempre é fácil, e ele não aparece de uma hora para outra. São necessários estudo e experiência para amadurecer e aperfeiçoar seu estilo. A chave para acelerar esse processo é sempre manter um olhar critico sobre seus trabalhos. Em retrospectiva, quais ficaram melhores? Em quais deles você teve mais dificuldade e o resultado não foi tão bom? Quais tiveram uma melhor repercussão? Por que?

Identifique seus pontos fortes e busque dar foco a eles. Identifique aquelas áreas que não são a sua praia e não passe a vida tentando ser aquilo que você não é.

Algumas pessoas são incríveis ao trabalhar com tipografia, outras ilustram muito bem; há profissionais que dominam usabilidade e constroem experiências perfeitas de navegação, outros manipulam imagens e criam maravilhas no Photoshop. Sem falar naqueles que criam animações e filmes 3D absurdos. São habilidades espetaculares e super valorizadas, mas você não precisa fazer tudo isso ao mesmo tempo. Ninguém faz.

Muitas vezes, amigos e pessoas que visitam o Top Rated me perguntam sobre que curso de Design devem fazer ou qual a melhor faculdade de design na minha opinião. Nem sempre tenho uma resposta para essas perguntas e por isso comecei a pesquisar sobre o assunto e perguntar para colegas qual o melhor curso de Design na opinião deles. Conversando sobre o assunto percebi que existem grandes cursos por aí, com ótimos professores e conteúdo. Porém, percebi também que existem algumas coisas, alguns macetes, que só se aprende na prática, no dia-a-dia. Por isso criei esta série de posts, com a qual espero ajudar aqueles que estão começando estudar ou já estão estudando Design.

Curso de Design, Lição 1 – Copie

Você, um futuro designer de sucesso, com certeza já deve ter visitado alguns (de preferência muitos) museus por aí. Em alguns deles você provavelmente passou por pessoas pintando telas bem em frente a quadros e obras famosas, literalmente copiando o que estava exposto. E qual é o motivo?

É óbvio que essas pessoas não vão vender aquele quadro como sendo criação sua. São alunos, estudantes, que usam as grandes obras para entender como os profissionais conseguiram criar aquelas imagens. Ao copiar grandes telas, percebem cada nuance, cada tonalidade de cor, contraste e textura usados. São detalhes tão minuciosos que passam despercebidos e só conseguimos identificá-los ao tentar reproduzi-los.

Pois é, copiar é uma das melhores maneiras de aprender. Não é à toa que grandes pintores muitas vezes começavam a carreira como alunos de outros mestres e estudavam copiando as telas de seus mentores.
Portanto, não tenha vergonha de copiar. Procure referências, grandes trabalhos e layouts e tente copiá-los. Copie cada detalhe, entenda as cores usadas, os espaçamentos, contraste, bordas, como cada elemento se relaciona com o todo. Você vai perceber que ao tentar reproduzir aquela criação, vai aprender muito mais do que conseguiria apenas observando-a.

Por fim, o mais importante: assim como os estudantes de artes não vendem os quadros copiados, não use o layout ou peça que você copiou em projetos seus. A invés disso, tente criar algo novo a partir dessa experiência. Experimente usar as técnicas que você aprendeu reproduzindo outros trabalhos em momentos e situações diferentes, combinando elementos de peças e layouts diferentes. Essa é uma das maneiras mais divertidas de se trabalhar.

Muitas vezes, amigos e pessoas que visitam o Top Rated me perguntam sobre que curso de Design devem fazer ou qual a melhor faculdade de design na minha opinião. Nem sempre tenho uma resposta para essas perguntas e por isso comecei a pesquisar sobre o assunto e perguntar para colegas qual o melhor curso de Design na opinião deles. Conversando sobre o assunto percebi que existem grandes cursos por aí, com ótimos professores e conteúdo. Porém, percebi também que existem algumas coisas, alguns macetes, que só se aprende na prática, no dia-a-dia. Por isso criei esta série de posts, com a qual espero ajudar aqueles que estão começando estudar ou já estão estudando Design.

3 coisas que você talvez não saiba sobre Dreamweaver

Existem muitas boas opções de editores de código para quem trabalha desenvolvendo para web, cada um tem o seu preferido e o defende com unhas e dentes. Dentre eles, um dos mais populares é o Dreamweaver, que eu uso há alguns anos e sempre me atendeu muito bem. Eu não trabalho no modo “layout”, pois gosto de ter controle sobre cada linha do meu código. O Dreamweaver me permite isso e ainda fornece algumas boas ferramentas para me ajudar. Para aqueles que como eu usam o Dreamweaver para escrever seu código, aqui vão 3 boas idéias que podem melhorar ainda mais a sua experiência.

Organização e padronização do código

Se você trabalha em um lugar onde freqüentemente precisa editar código escrito por outras pessoas sabe como é ruim e contra-produtivo pegar um HTML, CSS ou PHP mal organizado, sem indentação e nenhum comentário. Isso pode trazer muitas dores de cabeça e fazer uma simples alteração virar um inferno.

Dreamweaver

Saiba que o Dreamweaver tem um comando muito interessante para resolver esse problema: Commands > Apply Source Formatting. Por mais bagunçado que esteja o código, basta um clique neste comando e o Dreamweaver vai deixá-lo perfeitamente estruturado, indentado e muito mais fácil de ler e entender. Vale a pena até adotar como padrão para a sua empresa, já que não dá trabalho nenhum e permite que todo mundo entregue código com a mesma formatação. Funciona com códigos HTML, CSS, PHP, JavaScript e muitos outros.

Criação de aplicativos AIR

DreamweaverVocê já deve saber do incrível potencial que a plataforma AIR da Adobe representa para desenvolvedores e provavelmente já deve até usar algum aplicativo desenvolvido com ela, como por exemplo TweetDeck, Grooveshark e NYTimes Reader só para citar alguns. Se ainda não sabe, sugiro que vá pesquisar agora mesmo. Principalmente porque em breve boa parte dos celulares Android serão compatíveis com aplicativos AIR.

Pois bem, ao contrário do que muitos pensam, aplicativos AIR não precisam ser necessariamente desenvolvidos com Flash ou Flex: você também pode usar HTML, CSS e imagens para criar um App e fazer a comunicação com banco de dados via AJAX. Acredite, é extremamente fácil. Tudo o que você precisa fazer é baixar a extensão AIR para o seu Dreamweaver (fornecida gratuitamente pela Adobe). Com ela você vai poder empacotar todos os arquivos usados no seu app (HTML, imagens, CSS, JS) num único instalador AIR e distribuir para download. Eu já testei e é algo sensacional, recomendo este pequeno tutorial (em inglês): Create your first HTML-based AIR application with Dreamweaver.

Para finalizar: Ctrl+D

E como última dica separei um atalho que facilita muito a vida de quem usa o Dreamweaver para gerenciar um projeto com múltiplos arquivos linkados entre si, sejam várias páginas HTML ou arquivos relacionados (JS, CSS). Quando se tem um projeto assim é comum a necessidade de ir de um arquivo para outro, e ter que ficar navegando pela pasta para encontrar aquele arquivo para onde aponta o link é bem chato, ou mesmo ter que ficar copiando o nome, abrir arquivo, colar o nome, etc.., etc…

Então aqui vai um ótimo atalho: Ctrl+D. Toda vez que você estiver editando o código com o cursor de texto piscando sobre um link para um arquivo externo, basta pressionar as teclas Ctrl+D que o Dreamweaver abrirá automaticamente aquele arquivo, seja ele um HTML, PHP, JS ou CSS.

Photoshop – 3 conselhos para iniciantes

Começar a trabalhar com Photoshop é como entrar em mundo totalmente novo, cheio de painéis, ferramentas e novas possibilidades. Mas também pode ser traumático, já que algumas ferramentas e práticas importantes só são dominadas depois de algum tempo de experiência. Então escrevi aqui 3 dicas bem simples e valiosas pra quem está começando agora.

1 – Selecione utilizando a caneta

canetaApesar de parecer mais óbvio utilizar a própria ferramenta de seleção na hora de selecionar um objeto em uma imagem, prefira sempre a caneta (pen).
Pois com ela, você pode usar o Ctrl+Alt+Z para desfazer qualquer ponto mal colocado ou mesmo acertar os pontos depois de ter “fechado” a seleção. Depois de finalizar a área, basta manter a tecla Ctrl pressionada e clicar sobre a nova layer (camada) que foi criada (Shape) para fazer uma seleção sobre a sua área.

2 – Conheça as opções ocultas dos painéis

setaEm cada um dospainéis de ferramentas, como o de Layers, Actions e Texto, existe um menu cheio de opções e ferramentas muito interessantes. Para acessá-lo basta clicar na pequena seta que fica à direita, logo após a barra de título do painel.
Pode ter certeza que você vai conhecer muitas maneiras de facilitar e agilizar seu trabalho além de melhorar o seu conhecimento sobre configurações mais avançadas.

3 – Use as Blending Options

blendingSe você clicar com o botão direito sobre uma layer no painel de layers e então clicar em “Blending options”, uma janela cheia de opções, efeitos e configurações que vão deixar suas tarefas muito mais simples. Lá é possível criar e gerenciar sombras, brilho, contornos e preenchimentos muito rapidamente sem a necessidade de criar outras camadas. Use com moderação.

30 dicas de layouts criativos usando desenhos feitos à mão

Se você quiser fazer um layout diferente, vale a pena dar uma olhada nos exemplos abaixo. São exemplos de sites que usam desenhos feitos à mão incorporados no design e que dão um charme todo especial.
Os desenhos são usados nos mais diversos elementos: fundos, menu, barra de navegação, botões enfim de tudo um pouco.

Bearskinrug

Bearskinrug - screen shot.

Tales Simon

Tales Simon - screen shot.

Sawyer Hollenshead

Sawyer Hollenshead - screen shot.

Kinetic Singapore

Kinetic Singapore - screen shot.

Christian Sparrow

Christian Sparrow - screen shot.

LOW MORALE

LOW MORALE - screen shot.

BootB

BootB - screen shot.

Pointless Ramblings

Pointless Ramblings - screen shot.

Kitty Attack

Kitty Attack - screen shot.

mel kadel

mel kadel - screen shot.

Frank PR

Frank PR - screen shot.

Redemption Maddie

Redemption Maddie - screen shot.

Legwork Studio

Legwork Studio - screen shot.

NJ REBEL

NJ REBEL - screen shot.

Dawghouse Design Studio

Dawghouse Design Studio - screen shot.

Design Jobs on the Wall

Design Jobs on the Wall - screen shot.

Jesse Willmon’s Winter 2009 Design

Jesse Willmon's Winter 2009 Design - screen shot./

marcol.art.pl

marcol.art.pl - screen shot.

Schlafman.com

Schlafman.com - screen shot.

Chemistry Recruitment

Chemistry Recruitment - screen shot.

Elan Snowboards

Elan Snowboards - screen shot.

PSYOP

PSYOP - screen shot.

Dann Whittaker Creative

Dann Whittaker Creative - screen shot.

We Are not Freelancers

We Are not Freelancers - screen shot.

Oink!

Oink! - screen shot.

Biola Undergrad

Biola Undergrad - screen shot.

Heather Sloane

Heather Sloane - screen shot.

Free People Clothing Boutique

Free People Clothing Boutique - screen shot.

Grupa Firm

Grupa Firm - screen shot.

Football made in Africa

Football made in Africa - screen shot.

Wolfram Alpha, o site que quer desafiar o Google

Já imaginou um site em que você pode digitar seu nome, apertar um botão e em segundos aparecer uma lista completa com: o seu significado, quantas pessoas no mundo e no Brasil possuem o mesmo nome, em que época ele foi mais popular, quais pessoas famosas tem o mesmo nome, e por aí vai? Todas as informações reunidas numa só página, sem precisar visitar vários sites para consolidá-las.

Se você pode fazer isso com um nome imagine uma marca: imagine digitar “Nokia” e ter significados, conexões, comparação de concorrentes, blogs que a citam, gráficos de desempenho, informações de vendas, comunidades que gostam ou não dessa marca etc etc, um dossiê completo. Tudo isso numa mesma página.

Ou ainda, digitar “pesca Brasil 2007″ e receber uma página com todas as informações sobre pesca no país no ano de 2007, com gráficos comparativos com outros anos, espécies mais pescadas, ranking por estado.. e ainda poder baixar as informações em formato PDF.. 

Essa é a promessa do Wolfram Alpha, um site, tipo o Google, só que que se auto intitula de “computational knowledge engine”.. ou seja, sua proposta é fazer com que todo o conhecimento do mundo possa ser computado gerando respostas a qualquer tipo de pergunta. Assim, quando você tiver uma dúvida, ao invés de procurar no google as palavras chave relacionadas a ela, e então ir até o site que tem esta informação, bastará digitar a pergunta no Wolfram Alpha e ele te entregará a resposta, pronta. É algo como o Ask.com, mas muito mais completo.

Se você quer conhecer melhor o Wolfram Alpha acesse o screencast lançado esta semana explicando como o site funcionará: www.wolframalpha.com/screencast/introducingwolframalpha.html

Ou espere até segunda feira, 18 de Maio, que é a prometida data de estréia. Se eles conseguirem, na vida real,  fazer o que o screencast mostra… prepare-se Google.

Download de diferentes texturas para incrementar o seu layout

Experimente conhecer esse site, ele tem mais de 100 texturas diferentes para você compor o seu layout. Basta escolher a que se encaixa no que você está procurando, clicar sob ela e salvar na sua máquina, pois todas estão com uma boa resolução, principalmente se forem usadas para algum layout web.

Vai lá: http://zentextures.com!

Download grátis de pincéis para Photoshop

Se você precisa daquele pincel para fazer uma proposta de layout o site “Get Bruhes” tem a solução. É um site com diversos brushes de graça, basta escolher qual que você precisa, eles estão separados por categorias e há ainda um item de “Popular Photoshop Brushes” com os mais baixados. Tem várias referências, vale a … Continue reading Download grátis de pincéis para Photoshop

Se você precisa daquele pincel para fazer uma proposta de layout o site “Get Bruhes” tem a solução.

É um site com diversos brushes de graça, basta escolher qual que você precisa, eles estão separados por categorias e há ainda um item de “Popular Photoshop Brushes” com os mais baixados.

Tem várias referências, vale a pena uma busca.

Os vídeos mais engraçados da internet

Durante o carnaval fiquei navegando pela internet e com a ajuda de um amigo descobri o link de uma lista chamada “You should Have seen This”, traduzindo: “Você deveria ter visto isso”. Quando você entra, o autor, Mister Greg Hunter, criou uma lista com as 99 situações (videos, games, fotos) que se você não viu, … Continue reading Os vídeos mais engraçados da internet

Durante o carnaval fiquei navegando pela internet e com a ajuda de um amigo descobri o link de uma lista chamada “You should Have seen This”, traduzindo: “Você deveria ter visto isso”.

Quando você entra, o autor, Mister Greg Hunter, criou uma lista com as 99 situações (videos, games, fotos) que se você não viu, já ouviu falar ou deve ver e que se passaram no mundo web.

 São situações engraçadissimas que vão desde as mais conhecidas como: “laughing baby” até algumas que eu nunca tinha visto, como: “fail blog” .

Vale a pena reservar umas boas horas e fôlego pras risadas.  :)

Carnaval em casa: site com ótimas fotos para fugir da folia

Feriadão de Carnaval, tem gente que encarou o trânsito e foi até a praia, campo, e está agora no meio da folia. Mas tem também quem ficou em casa curtindo um pouco o sossego, para essas pessoas segue a dica de um blog com ótimas imagens. É uma mistura de fotografia, design, photoshop e algumas … Continue reading Carnaval em casa: site com ótimas fotos para fugir da folia

Feriadão de Carnaval, tem gente que encarou o trânsito e foi até a praia, campo, e está agora no meio da folia.

Mas tem também quem ficou em casa curtindo um pouco o sossego, para essas pessoas segue a dica de um blog com ótimas imagens.

É uma mistura de fotografia, design, photoshop e algumas dicas bem interessantes. Separe um pouquinho do  Carnaval para você parar e apreciar cada uma delas.

Muito bom! 😉